Um blog que surgiu do interesse de três colegas de profissão, profissionais de adoram o que fazem e não se cansam de trocar experiência, discutir o porquê de cada coisa, aprender e melhorar a cada dia nosso ofício. Junte-se a nós, apresente sua opinião de como você trabalha com o pilates, interaja.... será um prazer trocarmos nossas experiências!

26 de mai de 2011

Um Novo Pilates?

Fazia tempo que não escrevíamos, nossa equipe teve um sério problema: tivemos dengue e isso nos debilitou no último mês, mas agora devagar as coisas estão voltando ao normal e já da para pensar em novidades.
Novidade é o tema de hoje... todos os dias, ouvimos falar de ações que os studio de pilates estão fazendo para se reinventar, para atrair novos clientes, ajudar a manter os que estamos atendendo... as vezes são acessórios novos. Acessórios que deixam os professores de pilates maluquinhos e morrendo de vontade de adquirir. As vezes, são aparelhos, outras metodologias... 
Hoje vou me deter a metodologias de aulas pois me preocupa para onde o pilates caminha. Já ouvi de uma professora que é referencia do método no país que o pilates já saiu do top das atividades físicas e que está em decadência no mundo segundo o Colégio Americano de Medicina do Esporte. Eu sei, esta notícia corta o coração de profissionais de pilates apaixonados... por mais que você não concorde com isso. Manter todos estes alunos praticando pós a modismo será uma tarefa árdua aos profissionais de pilates. Muitos clientes nos procuram porque o pilates está na moda e 9 entre 10 famosos praticam. E talvez, se nos próximos anos uma nova modalidade for lançada, estes clientes, se não cativados, podem migrar para o que está no top das atividades do momento.
O vídeo que segue abaixo é de um Studio da California, por sinal os americanos vivem desenvolvendo novos produtos desta área. Este vídeo propõe uma evolução da utilização da prancha de molas e exercícios de pilates (como brasileira não posso deixar de comentar o detalhe musical,  o samba que toca no fundo)


E ai? O que você achou? Você concorda com esta metodologia? Você acha que podemos chamar isso de pilates? Ou não? Você acredita que trabalhar desta forma vai descaracterizar o método?
Apesar de lançar estes questionamentos gostaria de deixar uma sugestão :
" Antes de qualquer coisa, tente começar fazendo o básico, o tradicional, bem feito. E terás um grande desafio pela frente..." 
Por Ge Gurak

5 comentários:

  1. Excelente!! vou aplicar os exercícios hoje mesmo,os alunos irão adorar.

    ResponderExcluir
  2. Novos horizontes sempre são bem vindos! É preciso apenas termos cuidado com a prescrição dos exercícios, independente da moda. O resto é válido. Maurílio Santana

    ResponderExcluir
  3. Concordo com você Maurílio.
    Gosto de saber das novidades, mas os princípios do método estão sempre presentes em nosso trabalho.
    Abraço para você e para a Debora

    ResponderExcluir
  4. Bom, eu diria que foram utilizados princípios do método Pilates aí. Uma forma moderna, inovadora sim. Se acho bom ou ruim? Eu diria: "bom pra quem?"... Se temos um aluno atleta que necessita de um trabalho pliométrico, pq não? precisa de condicionamento cárdio, controle de centro coordenado MMSS e MMII... pq não?
    Mas concordo tbm com nossa amiga que postou o vídeo. Para chegar a fazer todas essas combinações de movimentos, o cara já tem que no mínimo dominar o básico do método Pilates na sua essência mais pura. Então quando forem utilizar essa proposta, antes se perguntem "Pra quem"? "Por que?" e se "vale a pena?". Valeu pessoal! Bjao

    ResponderExcluir
  5. Ótimas afirmações Carla.
    Seja bem vinda ao nosso blog e participe sempre que puder. Abraço

    ResponderExcluir