Um blog que surgiu do interesse de três colegas de profissão, profissionais de adoram o que fazem e não se cansam de trocar experiência, discutir o porquê de cada coisa, aprender e melhorar a cada dia nosso ofício. Junte-se a nós, apresente sua opinião de como você trabalha com o pilates, interaja.... será um prazer trocarmos nossas experiências!

8 de ago de 2010

Metodologia de aulas no studio: Circuito

É fato que nós, professores, estamos sempre tentando elaborar aulas motivantes, criativas e eficientes para nossos alunos. Sabemos que essa não é uma tarefa fácil. Pude notar que os alunos esperam sempre algo novo de nós, seja um exercício desafiador ou até mesmo um ritmo de aula diferente. 
Sem deixar os princípios de lado, começamos a pensar em maneiras de atingir essa expectativa. E uma ótima opção para isso são os circuitos. Aplicamos o circuito com o objetivo não só de motivar os alunos, mas também trabalhar outras formas de condicionamento físico, como a resistência de força e um leve trabalho aeróbio.
Uma opção e sugestão por questões de segurança é trabalhar realizando exercícios já conhecidos pelos alunos e que oferecem muita estabilidade, principalmente do quadril e da pelve. Podem ser controlados por número de repetições até mesmo por tempo de execução. 
O circuito pode envolver todos os segmentos do corpo ou apenas um deles, uma parte da aula ou praticamente a aula toda. 
Uma opção para os alunos avançados é aplicar o mesmo segmento em um circuito só, para enfatizar o trabalho de resistência de força. Já para os iniciantes e intermediários pode-se aplicar exercícios que envolvam diferentes grupamentos musculares ou diminuir o tempo ou o número de repetições.
O mais importante é garantir que o aluno realize todo o circuito com a ativação do CORE e que mantenha o alongamento axial. Para isso, o professor deve identificar os exercícios que o aluno domina e reconhecer sua capacidade de propriocepção, caso contrário o circuito não é indicado.
Já que a proposta é uma aula diferente pode-se também alterar o ambiente da sala através de músicas mais motivantes. Nossos alunos adoraram nossas últimas experiências. E você? Qual sua opinião sobre o circuito nas aulas de pilates?

 Postado por Viviane Vales
 Fonte imagem: dompaioglobal.blogspot.com 

4 comentários:

  1. Suzzi Lopes16/09/2010 17:07

    Ola gente! Adorei o blog....acho que precisamos mesmo de mais redes de contato para trocarmos "figurinhas". Então, trabalho em Brasília e gostaria de obter mais detalhes sobre o circuito que propuseram. Vcs fizeram nos aparelhos, ou solo? Obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Oi Suzzi tudo bem? Obrigada por participar de nosso blog. É um prazer recebê-la aqui e trocarmos experiências.
    Propusemos o circuito com os aparelhos e exercícios de solo também. Muitas vezes colocamos exercícios de equilíbrio e propriocepção entre um aparelho e outro, realizando um trabalho mais completo.
    A forma de conduzir a aula é praticamente a mesma de uma aula tradicional, porém se torna um pouco mais dinâmica. As orientações são as mesmas e o ritmo de execução também. Já experimentou essa forma de trabalho?
    Abraços, Viviane Vales

    ResponderExcluir
  3. Milena Machado27/03/2012 15:59

    Adorei essa proposta do circuito...Estou montado um studio de pilates maior, onde quero implantar essa idéia, junto com plataforma vibratória e TRX. Se tiverem mais detalhes agradeceria muito...obrigada!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Milena,
    nós também possuímos TRX na sala e podemos te falar da nossa metodologia, me escreva um e-mail e vamos trocando figurinhas (ggurak@hotmail.com)

    ResponderExcluir